Exposição não é prática corrente

Uma das vias oficiais que o FC Porto tem disponíveis para mostrar o seu descontentamento passa por uma exposição ao Conselho de Arbitragem da FPF, órgão presidido pelo ex-árbitro Vítor Pereira.

Os Dragões não têm o hábito de fazer uso desta ferramenta e o próprio presidente azul e branco, Pinto da Costa, desvalorizou a hipótese quando com ela foi confrontado após o jogo com o Sp.Braga, preferindo enaltecer o seu “orgulho” nos “jogadores, adeptos e treinador”. Em 2010/11, Antero Henrique, CEO do FC Porto, deu, isso sim, uma conferência de imprensa na qual escalpelizou o trabalho de Duarte Gomes no clássico com o Benfica, no Estádio da Luz, a contar para a liga.

Fonte: record.xl.pt

Anúncios