«Pinto da Costa tem telhados de vidro» – Pragal Colaço

O conhecido benfiquista Pragal Colaço lembra o processo Apito Dourado e as relações do presidente portista com a arbitragem. Os azuis e brancos querem «mudar a estratégia, porque o campeonato está a correr mal.»

António Pragal Colaço, conhecido adepto benfiquista, acusa Pinto da Costa de não olhar para «os telhados de vidro», quando acusa os árbitros, focando-se nas palavras do presidente portista, após o jogo de Braga para a Taça da Liga.

Em declarações a Bola Branca, Pragal Colaço, afirma que o FC Porto está a arranjar «uma estratégia porque o campeonato está a correr mal.»

O advogado entende que os portistas estão preocupados com aquilo que poderá ser «um problema interno com os adeptos», pelo facto de correrem o risco de passar mais um ano sem ganharem nada. «Será muito complicado», afirma.

Para Pragal Colaço, há «uma mudança de estratégia para ganhar uma Taça este ano», entendendo que os azuis e brancos acusam a pressão porque passa o clube, estando nesta altura a seis pontos do líder Benfica, no campeonato.

«Para as pessoas com telhados de vidro, é difícil falarem das matérias porque, depois, sabem que serão criticadas», afirma o conhecido benfiquista.

Pragal Colaço afirma que o «FC Porto é um grande clube e faz falta a Portugal.» Contudo, lembra que as afirmações de Pinto da Costa, deixam na opinião pública uma imagem «ridícula.»

O advogado prossegue a sua explicação sobre a acção do líder azul e branco, recordando o “Apito Dourado”. O conhecido benfiquista fala de «alguém que teve certas ligações à arbitragem, descrita em certos processos.»

Criticar «a arbitragem, com quem tinha uma relação óptima, espectacular e muito boa é algo estranho», adianta.

«Se fosse outra pessoa do FC Porto a vir a terreiro ainda compreenderia, mas o senhor presidente já não», conclui Pragal Colaço.

Na contabilidade do campeonato, Pragal Colaço aponta o FC Porto como a equipa que beneficiou de «mais penaltis e menos cartões amarelos» em comparação com o Benfica. O adepto encarnado lembra que em Penafiel os azuis e brancos marcaram «três golos em fora de jogo.»

Fonte: rr.sapo.pt

Anúncios