4.ª jornada da Taça da Liga: Tiago Martins no FC Porto x Académica

​Tiago Martins, da Associação de Futebol de Lisboa, foi o árbitro nomeado para o jogo entre FC Porto e Académica, marcado para esta quarta-feira, às 20h45, no Estádio do Dragão, e referente à quarta jornada do grupo D da terceira fase da Taça da Liga.

O juiz lisboeta, que se estreia em jogos dos Dragões esta temporada, será auxiliado por Paulo Ramos e Pedro Mota. Em 2014/15, Tiago Martins já dirigiu quatro jogos da Liga portuguesa, oito da Segunda Liga e três da Taça da Liga.

Nesta Taça da Liga, o árbitro de Lisboa mostra uma média de cinco cartões por jogo, registo que aumenta ligeiramente nos encontros que dirigiu a contar para a Liga portuguesa (5,25). No que diz respeito à Segunda Liga, Tiago Martins foi ao bolso uma média de 7,38 vezes por jogo. Em termos de cartões vermelhos, já exibiu nove (um na Taça da Liga e oito na Segunda Liga).

Fonte: fcporto.pt

Anúncios

Andebol: «Podemos melhorar em muitos aspectos» – João Ferraz

Os hexacampeões nacionais de andebol vêm de uma semana agridoce, em que à primeira derrota da época em competições nacionais – frente ao ABC – se seguiu a vitória frente à ADA Maia. Os Dragões têm novamente dois compromissos agendados para esta semana e, na antevisão da partida frente ao Madeira SAD (terça-feira, 21h00, no Dragão Caixa), referente à 18.ª jornada do Andebol 1, João Ferraz assumiu que o seu passado na equipa madeirense torna este jogo “especial e que os portistas podem encontrar “dificuldades”.

O lateral-direito relembrou, em declarações ao Porto Canal e www.fcporto.pt, que o FC Porto tem um histórico bastante favorável em relação a todas as equipas nacionais, mas que isso não pode ser um factor de descontração: “Passado é passado e temos de olhar para a frente e olhar para cada adversário para não cometer erros. Qualquer equipa que jogue contra o FC Porto vai dar mais do que contra os outros adversários”.

A derrota frente ao ABC pode, de resto, ter consequências menos nefastas do que se poderia pensar à primeira vista: “Conseguimos assentar. Vínhamos com 16 jogos consecutivos a vencer e o facto é que continuamos em primeiro. Ainda temos muito para trabalhar e melhorar. A derrota vai ajudar-nos a trabalhar novamente como equipa e sabemos que podemos melhorar em muitos aspectos”.

Fonte: fcporto.pt

Basquetebol (Sub-18): Dragon Force sagrou-se bicampeão distrital

A equipa Sub-18 do Dragon Force sagrou-se este domingo bicampeã distrital de basquetebol ao vencer os três jogos da fase final do campeonato, disputada em Matosinhos.

Os azuis e brancos derrotaram Clube 5Basket (81-46), Guifões (80-51) e CD Póvoa (112-53) no caminho para a revalidação do título conquistado em 2013/14. Diogo Brito, extremo/poste do colectivo portista, foi o MVP da fase final e integrou o cinco ideal, tal como o seu companheiro de equipa, Nuno Sá.

Fonte: fcporto.pt

Pinto da Costa no treino

Depois da derrota deste domingo no estádio do Marítimo, o FC Porto regressou esta manhã aos trabalhos, preparando a receção à Académica, para a Taça da Liga, marcada para quarta-feira. Pinto da Costa marcou presença nos trabalhos dos Dragões, que surgiram cabisbaixos no Olival.

Pinto da Costa é uma figura habitual nos treinos dos azuis e brancos e esta segunda-feira voltou a marcar presença na sessão comandada por Julen Lopetegui, num claro sinal de apoio à equipa que ontem perdeu com o Marítimo, aumentando a distância para o Benfica, que lidera a classificação.

Além do presidente dos Dragões, destaque para a recuperação de Otávio, que integrou os trabalhos da equipa portista, e para as chamadas de Victor García e Gonçalo Paciência.

De fora continuam o lesionado Adrián López, bem como Brahimi e Aboubakar, ao serviço das suas seleções na Taça das Nações Africanas.

Esta terça-feira, pelas 10h30, os Dragões voltam a treinar no Olival, à porta fechada. Julen Lopetegui e um jogador farão a antevisão da partida com a Académica em exclusivo para o Porto Canal e www.fcporto.pt.

Fonte: zerozero.pt

«Espero que reflitam sobre o que estão a fazer ao futebol» – Fontelas Gomes

O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol mostrou-se preocupado com o ambiente que se tem criado em torno dos árbitros, mas garantiu que isso não condicionará a sua ação em campo.

Este fim de semana terão existido ameaças a João Capela na véspera do jogo do FC Porto em casa do Marítimo, isto depois de uma semana de muitas queixas dos portistas relativamente à arbitragem de Cosme Machado em Braga, também numa partida onde os azuis e brancos estiveram presentes.

«Esperemos que tenha sido pontual e que as pessoas voltem àquilo que tem sido a postura dos últimos meses. Não são estas situações que vão condicionar os árbitros. Espero que reflitam sobre o que estão a fazer ao futebol. Estamos atentos a estas situações e em total sintonia com as forças de segurança pública. A proteção tem sido exemplar», assegurou o líder da APAF, em declarações à Antena 1.

Fonte: zerozero.pt

«Lopetegui arriscou tudo, não podia fazer mais» – Jaime Magalhães

Jaime Magalhães admite que depois da derrota perante o Marítimo, as contas do título ficaram mais complicadas para o FC Porto. «Mas ainda tudo é possível», ressalva.

Depois da derrota na Madeira, frente ao Marítimo, o Fc Porto regressou bem cedo ao trabalho, esta segunda-feira. O presidente Pinto da Costa marcou presença no relvado do Olival para apoiar equipa técnica e jogadores.

Para o antigo médio do FC Porto, Jaime Magalhães, a presença do presidente no treino prova que os azuis e brancos ainda acreditam na conquista do título, apesar do mau resultado na Madeira.

«A presença do presidente no treino desta manhã mostra que está com a equipa e que ainda acredita. As coisas não estão fáceis mas as contas do campeonato fazem-se no fim, falta toda a segunda volta», disse o ex-jogador, em declarações a Bola Branca.

Em relação ao encontro do Funchal, Jaime Magalhães gostou da exibição da equipa, lamentando a falta de sorte na finalização.

Quanto ao treinador Julen Lopetegui, fez o que tinha a fazer durante a partida.

«O FC Porto fez um bom jogo na Madeira mas a bola não entrou. O Marítimo teve a sorte do jogo já que chegou ao golo no único remate que fez. A partir daí, o Marítimo limitou-se a defender e o Porto falhou várias oportunidades. O treinador, Julen Lopetegui, arriscou tudo, meteu mais um ponta de lança e ficámos a jogar, apenas, com três defesas. Não podia fazer mais nada», concluiu.

Fonte: rr.sapo.pt

Regresso ao trabalho na segunda-feira

Após a derrota frente ao Marítimo (1-0), na 18.ª jornada da Liga, o FC Porto regressa ao trabalho já esta segunda-feira, às 11h00, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival, com os primeiros 15 minutos abertos à comunicação social.

Os Dragões iniciam assim a preparação para a recepção à Académica, marcada para quarta-feira, às 20h45, no Estádio do Dragão, a contar para a quarta e última jornada do grupo D da terceira fase da Taça da Liga.

Fonte: fcporto.pt