FC Porto B: Dragões derrotados em Oliveira de Azeméis

Um golo solitário de Rui Lima, na segunda parte, impediu que o FC Porto B saísse de Oliveira de Azeméis com pelo menos um ponto, no encontro que marcou o início da 24.ª jornada da Segunda Liga. Com este resultado, os Dragões mantêm-se, provisoriamente, no oitavo lugar da classificação, com 35 pontos, a oito da Oliveirense, que é o novo líder, ainda que à condição.

No Estádio Carlos Osório, Luís Castro fez alinhar um onze bem diferente daquele que habitualmente tem apresentado: Tomás Podstawski recuou para central (posição em que conhece bem das camadas jovens), Víctor García subiu para o lado direito do ataque e no meio-campo Pavlovski juntou-se a Leandro Silva e Pité.

Apesar das várias alterações e do mau estado do relvado, foram os portistas a assumir a iniciativa do jogo, explorando as alas e os desequilíbrios provocados, sobretudo, por Frédéric Maciel. Logo aos três minutos, Zé António teve na cabeça o primeiro da partida. Aos 12m, um livre cobrado por Pavlovski não entrou, porque o João Pinho não deixou. E só com meia hora de jogo, é que a Oliveirense ameaçou, com Rui Lima a obrigar Gudiño à primeira grande defesa no encontro. Ainda antes do intervalo, André Silva voltou a ameaçar a baliza adversária com um cabeceamento a que o guarda-redes da casa voltou a responder com uma boa defesa.

Os Dragões começaram a segunda parte como terminaram a primeira: a ameaçar o golo. David Bruno, na pequena área, qual avançado, teve nos pés o 1-0 e, na resposta, Rui Lima voltou a dar palco a Gudiño que, com uma grande defesa, evitou que o marcador fosse inaugurado. Era o aviso para o que viria a acontecer minutos mais tarde, quando o guarda-redes mexicano nada pôde fazer perante um potente remate do médio da equipa de Oliveira de Azeméis.

Com mais posse de bola, mais cantos e remates, o FC Porto B foi à procura do empate, que esteve iminente em três ocasiões. Primeiro, Rafa desviou uma bola para o poste e, pouco depois, Leandro, de fora da área, errou o alvo por pouco. Já perto do fim, foi Pité quem teve nos pés a derradeira oportunidade de golo num jogo em que a eficácia premiou a equipa da casa.

No final da partida, Luís Castro, enalteceu a “boa primeira parte” dos portistas, mas lamentou as “várias oportunidades” desaproveitadas. “Na segunda, o jogo foi mais físico e menos bem jogado e, mesmo aí, criámos alguns lances de golo, mas fomos penalizados, mais uma vez, numa bola parada”, afirmou o técnico da formação portista, que na próxima jornada tem encontro marcado com o Sporting da Covilhã, no domingo, pela 15h00, no Estádio de Pedroso.

FICHA DE JOGO

OLIVEIRENSE-FC PORTO B, 1-0
Segunda Liga, 24.ª jornada
24 de Janeiro de 2015
Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis

Árbitro: Luís Godinho
Assistentes: Pedro Ramalho e Jorge Roque

OLIVEIRENSE: João Pinho, Carela, Sérgio Silva, Bruno Simão, Ângelo Meneses, Godinho, Zé Pedro, Rui Lima, Ivan Santos (Rafa Silva, 64m), Carlitos e Pedro Moreira (Mário Mendonça, 73m)
Substituições: Rafa Fonseca por Ivan Santos (64m), Mário Mendonça por Pedro Moreira (73m), Renan Soares por Rui Lima (86m)
Não utilizados: Hélder Godinho, Luís Martins e Pedro Oliveira
Treinador: Artur Marques

FC PORTO B: Raul Gudiño; David Bruno, Zé António, Tomás Podstawski e Rafa; Leandro, Pité e Pavlovski; Frédéric, Víctor García e André Silva.
Substituições: João Graça por Pavlovski (50m), Roniel por David Bruno (61m), Rui Pedro por Pité (80m)
Não utilizados: Kadu, Diego Carlos, Ruben Macedo e Rui Moreira.
Treinador: Luís Castro

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Rui Lima (56m)
Disciplina: cartão amarelo a Pedro Moreira (43m), Carela (55m), Rafa (65m), João Graça (67m) e Zé António (73m)

Fonte: fcporto.pt

Anúncios