«Lopetegui arriscou tudo, não podia fazer mais» – Jaime Magalhães

Jaime Magalhães admite que depois da derrota perante o Marítimo, as contas do título ficaram mais complicadas para o FC Porto. «Mas ainda tudo é possível», ressalva.

Depois da derrota na Madeira, frente ao Marítimo, o Fc Porto regressou bem cedo ao trabalho, esta segunda-feira. O presidente Pinto da Costa marcou presença no relvado do Olival para apoiar equipa técnica e jogadores.

Para o antigo médio do FC Porto, Jaime Magalhães, a presença do presidente no treino prova que os azuis e brancos ainda acreditam na conquista do título, apesar do mau resultado na Madeira.

«A presença do presidente no treino desta manhã mostra que está com a equipa e que ainda acredita. As coisas não estão fáceis mas as contas do campeonato fazem-se no fim, falta toda a segunda volta», disse o ex-jogador, em declarações a Bola Branca.

Em relação ao encontro do Funchal, Jaime Magalhães gostou da exibição da equipa, lamentando a falta de sorte na finalização.

Quanto ao treinador Julen Lopetegui, fez o que tinha a fazer durante a partida.

«O FC Porto fez um bom jogo na Madeira mas a bola não entrou. O Marítimo teve a sorte do jogo já que chegou ao golo no único remate que fez. A partir daí, o Marítimo limitou-se a defender e o Porto falhou várias oportunidades. O treinador, Julen Lopetegui, arriscou tudo, meteu mais um ponta de lança e ficámos a jogar, apenas, com três defesas. Não podia fazer mais nada», concluiu.

Fonte: rr.sapo.pt

Anúncios