Gonçalo Paciência contribuiu para momento único

O minuto 59 do jogo com o Marítimo ficou marcado por um momento raro na época do FC Porto. Assim que Gonçalo Paciência entrou para o lugar de Bruno Martins Indi, os Dragões passaram a ter três portugueses em campo, o que nunca tinha acontecido em encontros a contar para o campeonato. O ponta-de-lança, de 20 anos, juntou-se a Ricardo Quaresma, que foi o único titular, e Rúben Neves, que entrou no decorrer da segunda parte.

Mais um produto da formação portista que vai procurando espreitar entre a elite, aproveitando o facto de o ataque se encontrar numa situação deficitária, face à presença de Vincent Aboubakar na CAN e à lesão de Adrián López. O filho de Domingos Paciência ainda não venceu pela equipa principal do FC Porto, mas num período de cinco dias estreou-se na Taça da Liga, em Braga, e fez o mesmo no campeonato, frente ao Marítimo. Momentos para recordar…

A Taça da Liga não é uma competição prioritária para os portistas e Julen Lopetegui tem cumprido a tradição do clube de utilizar jogadores com menos rodagem no campeonato, pelo que Gonçalo Paciência tem as portas do onze novamente abertas. O titularíssimo Jackson Martínez será poupado para outras batalhas e assim o jovem avançado corre para o duelo com a Académica com os olhos no golo.

Travessia

A última vez que o FC Porto tinha utilizado três portugueses em simultâneo em jogos da Liga foi em maio de 2014. Na última jornada, frente ao Benfica, Quaresma, Ricardo Pereira e Josué estiveram juntos oito minutos em campo. Foi preciso esperar oito meses para ver algo igual.

Um trio em ação na Champions

Na Champions não foi preciso esperar tanto tempo para ver três portugueses em campo ao mesmo tempo. Na 5.ª jornada, diante do Shakhtar Donetsk, Lopetegui deu a titularidade a Ricardo Pereira, Rúben Neves e Quaresma. Mas isso também só aconteceu durante 41 minutos, já que esse foi o momento em que Rúben teve de abandonar o relvado devido a lesão. O guarda-redes Ricardo Nunes sentou-se no banco de suplentes, ele que só foi convocado para a Champions.

Fonte: record.xl.pt

Anúncios