Andebol: Festival de contra-ataque na vitória sobre o Santo Tirso

O FC Porto bateu este sábado, em ritmo de cruzeiro, o Santo Tirso, por 37-22, em encontro da 19.ª jornada do Andebol 1. Ricardo Moreira apontou oito golos na vitória que permitiu aos azuis e brancos manter uma confortável vantagem na liderança da classificação. O encontro ficou marcado pela facilidade com que os Dragões conseguiram situações de contra-ataque (finalizaram por 21 vezes e marcaram em 16 delas), face a um adversário nitidamente inferior (é penúltimo da classificação) mas que fez todos os esforços para oferecer alguma réplica aos hexacampeões.

A crónica desta vitória anunciada tem de ser iniciada com o parcial de 11-4 conseguido pelos Dragões nos primeiros 15 minutos. O Santo Tirso era uma equipa em que os contra-ataques entravam como faca quente em manteiga: bastava a defesa portista manter-se atenta e agressiva para recuperar a bola e depois lançar os ataques rápidos, gerando muitas situações em que vários portistas surgiam isolados face ao guarda-redes tirsense. Com tantas facilidades e face à enorme enorme diferença técnica, de velocidade e agressividade entre as duas formações, os portistas deram-se mesmo ao luxo de cometer alguns falhanços na finalização. Ao intervalo, a vantagem era assim de apenas seis golos (18-12).

O guarda-redes Ricardo Castro também parou vários remates dos Dragões, especialmente no início do segundo tempo, em que o Santo Tirso até obteve um parcial favorável de 7-5, para chegar aos 23-19, aos 40 minutos. Tratou-se, nesse período, de um encontro ainda mais confuso, com o FC Porto a cometer também várias falhas técnicas que permitiram contra-ataques fáceis aos tirsenses.

Um time-out oportunamente pedido por Ljubomir Obradovic estabilizou a equipa da casa, que depois arrancou para um resultado fogado, com uma margem de 15 golos à maior. O técnico deu minutos a todos os jogadores, inclusive aos jovens Leandro Semedo (lateral-esquerdo), Miguel Alves (ponta-direita) e David Sousa (guarda-redes).

FICHA DE JOGO

FC PORTO-SANTO TIRSO, 37-22
Andebol 1, 19.ª jornada
31 de Janeiro de 2015
Dragão Caixa, no Porto

Árbitros: Rui Almeida e António Oliveira

FC PORTO: Alfredo Quintana e David Sousa (g.r.); Babo, Gilberto Duarte (3), Leandro Semedo (2), Yoel Cuni Morales (3), João Ferraz (7), Miguel Martins, Daymaro Salina (3), Nuno Gonçalves (1), Ricardo Moreira (8), Alexis Borges (3), Hugo Santos (2), Nuno Roque (2), Miguel Alves (1) e Mick Schubert (2)
Treinador: Ljubomir Obradovic

SANTO TIRSO: Ricardo Castro e Carlos Amaral (g.r.), Sérgio Silva, João Nogueira (1), Mário Lourenço (4), Tiago Silva, Paulo Martins (2), Francisco Fontes (4), Paulo Sousa, Pedro Garcia (2), Bernardo Gomes, Jorge Avidos (1), Daniel Costa (2), José Rebelo (4) e Mário Rego (2)
Treinador: Luís Santos

Ao intervalo: 18-12

Fonte: fcporto.pt

Anúncios