Tello conquistou espaço durante ausência de Brahimi

Emprestado pelo Barcelona ao FC Porto durante duas temporadas, embora os catalães o possam chamar de volta no final da primeira época, Cristian Tello procura no Dragão as oportunidades de jogar que não conseguia ter em Camp Nou.

O extremo espanhol, contratação exigida por Julen Lopetegui, demorou algum tempo para mostrar os seus dotes futebolísticos com a camisola do FC Porto, mas a ausência de Brahimi durante o último mês permitiu aos adeptos dos Dragões verem melhor aquilo que Cristian Tello vale.

Na verdade, contando apenas com os jogos da Liga NOS durante o período em que o internacional argelino se ausentou para disputar a Taça das Nações Africanas, Tello disputou um total de 315 minutos, depois de atuar contra o Belenenses, Penafiel, Marítimo e Paços de Ferreira. Para se ter noção do que isto representa, o espanhol precisou no começo da época de sete jornadas para chegar às primeiras três centenas de minutos de utilização na principal prova do futebol português.

No entanto, a preponderância que Tello ganhou na equipa do FC Porto também é vista pelas vezes em que atuou os 90 minutos enquanto Brahimi esteve ausente. Julen Lopetegui apostou na titularidade do extremo espanhol em três dos quatro jogos que a equipa disputou e quando o fez nunca o substituiu. Belenenses, Penafiel e Paços de Ferreira foram os encontros em que isso aconteceu e Tello foi suplente apenas na derrota com o Marítimo.

Nesse jogo, o treinador apostou em Quintero a titular, mas acabou por tirar o colombiano ao intervalo para colocar Tello em campo. O futebolista espanhol mexeu com o jogo e, embora a derrota não tenha sido evitada, a exibição da equipa foi melhor na segunda parte. Além disso, o número 11 ainda viu o empate ser negado pelo poste. Porém, até à partida de Brahimi para se juntar à seleção da Argélia, apenas por uma vez Tello tinha atuado os 90 minutos num jogo do campeonato. Tinha sido à sétima jornada, na receção ao SC Braga, precisamente quando conseguiu passar os 300 minutos de utilização supra citados.

A ausência de Brahimi permitiu aos adeptos do FC Porto verem mais de Tello, que curiosamente fechou a goleada sobre o Paços de Ferreira no último jogo realizado, com o seu segundo golo no campeonato, num jogo em que a maior estrela foi o seu grande rival por um lugar na equipa inicial: Ricardo Quaresma. O Barcelona, no entanto, também tem estado atento ao trabalho do jogador que ainda lhe pertence e no site oficial fez uma pequena observação sobre o que tem sido a sua época, destacando precisamente o facto de ter convencido Julen Lopetegui.

«Com 18 atuações [na verdade são 17], dois golos e uma assistência em 19 jornadas do campeonato português, o atacante de Sabadell convenceu o treinador Julen Lopetegui. Na Liga dos Campeões, Tello esteve em cinco dos seis jogos da fase de grupos, balançou as redes uma vez, fez duas assistências e deve estar com a equipa portuguesa nos oitavos de final contra o Basel», escreveram os catalães no site oficial, esta quinta-feira.

Quanto ao futuro de Tello, esse permanece uma incógnita. Por um lado, já surgiram notícias de que o FC Porto pretende avançar para a sua contratação em definitivo, mas por outro existe o impedimento do Barcelona em contratar jogadores durante todo o ano 2015, o que pode fazer com que o extremo regresse à Catalunha no próximo verão.

Fonte: zerozero.pt

Anúncios