Frio de Basileia não arrefece ambiente

Lotação quase esgotada no St. Jakob Park. Dos bilhetes ainda disponíveis, o mais barato custa 100 euros. FC Porto joga na Suíça, quarta-feira, com temperaturas a rondar os 0ºC.

Frio. Muito frio. Mas não neva nem chove e, até quarta-feira, não há previsão de alterações significativas das condições meteorológicas, em Basileia.

A comitiva do FC Porto aterra na manhã de terça-feira em solo suíço e encontrará uma temperatura bem razoável para a época (5ºC) mas, quando terminar o treino no St. Jacob Park, ao final da tarde, os termómetros andarão pouco acima dos 0ºC. Durante a noite, a temperatura cairá para valores negativos, mas o FC Porto sabe que a previsão aponta para tempo seco até ao dia do jogo.

A dois dias da primeira mão dos oitavos-de-final, já não há movimento junto do estádio porque a lotação está quase esgotada. Os bilhetes mais baratos, de 50 e 75 euros, nos dois topos, já “voaram”. Restam pouco mais de 1000 ingressos nas bilheteiras. O mais barato custa 100 euros, enquanto o mais caro ascende a 150.

O moderno estádio St. Jakob Park, inaugurado em 2001 e com capacidade para 42 500 espectadores, foi construído de raíz e no mesmo local do velho estádio onde o FC Porto jogou a sua primeira final europeia, frente à Juventus, na final da Taça das Taças de 1984, entretanto demolido.

Programa do FC Porto

A comitiva do FC Porto viaja às 9h00 da manhã de amanhã para Basileia, estando a chegada prevista para perto das 12h30 locais (mais uma que em Portugal Continental).

Em horas locais, Lopetegui orienta o treino de adaptação às 18h30. Meia-hora antes, promove a conferência de imprensa de antevisão do desafio.

Paulo Sousa. Um português em estado de graça na Suíça

No Basileia, Paulo Sousa reencontra os jornalistas portugueses às 17h00. O técnico do penta campeão da Suíça defronta pela primeira vez o FC Porto como treinador. Como jogador, foi adversário do Dragão por três emblemas: Benfica, Sporting e Panathinaikos e nunca marcou ao conjunto luso.

Paulo Sousa, de 44 anos, natural de Viseu, foi campeão nacional português pelo Benfica e, em Itália, pela Juventus. Na selecção de Sub-20, sagrou-se campeão do mundo em Riade, em 1989. Pela Juventus e pelo Borussia Dortmund foi campeão da Europa e ainda ganhou a Taça UEFA, pelo Inter de Milão.

Como treinador, é o actual campeão de Israel pelo Maccabi Telavive. No último Verão, chegou ao Basileia. Comanda o campeonato a caminho do hexa e igualou a melhor marca da história do clube na Liga dos Campeões: os oitavos-de-final.

Fonte: rr.sapo.pt

Anúncios