1.ª mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League: Antevisão Basileia x FC Porto

Com o regresso das competições europeias, o FC Porto viajou até à Suíça para defrontar pela primeira vez o Basel, formação helvética orientada por Paulo Sousa, que já assumiu o favoritismo teórico dos azuis e brancos mas que pretende contrariá-lo dentro das quatro linhas. No entanto, os dois treinadores foram semelhantes e ambos passaram a certeza de que querem que os respetivos conjuntos sejam protagonistas.

Em comum, FC Porto e Basel têm o facto de terem sido fundados no mesmo ano, 1893, mas o palmarés dos dois clubes em pouco são semelhantes, com clara superioridade dos portugueses. Em Basileia, cidade dividida pelo rio Reno e protegida curiosamente por um dragão, o Basilisk, o FC Porto vai tentar conseguir um resultado que lhe permita tentar resolver a eliminatória em casa, no Estádio do Dragão.

Após uma fase de grupos sem derrotas e em que garantiu o apuramento para esta eliminatória logo à quarta jornada, a equipa orientada por Julen Lopetegui chega ao duplo embate com o Basel com confiança e praticamente na máxima força. O treinador espanhol pode contar com todos os jogadores inscritos nas competições europeias e por isso é bastante provável que escale um 11 que permita ao FC Porto manter a identidade que tem mostrado na Liga dos Campeões.

Na defesa reside uma das grandes dúvidas quanto à equipa inicial do FC Porto. Bruno Martins Indi, que foi habitual titular durante a primeira metade da temporada, tem sido suplente da dupla composta por Maicon e Marcano, que joga junta há três jogos consecutivos e ainda não encaixou qualquer golo. Assim, perante a boa resposta do brasileiro e do espanhol, é provável que o internacional holandês permaneça no banco de suplentes.

A outra dúvida diz respeito a quem fará companhia a Jackson Martínez e Brahimi no ataque. No último jogo com o Vitória de Guimarães, que marcou o regresso de Brahimi à titularidade, foi Ricardo Quaresma quem jogou de início. No entanto, em Basileia é provável que a opção de Julen Lopetegui passe por Cristian Tello.

Quanto ao Basel, que está confortavelmente instalado no primeiro lugar do campeonato helvético, Óliver Torres chamou a atenção para o médio Fabian Frei, mas há dois jogadores que podem ser opção para Paulo Sousa e que têm ligações com o futebol português. Um é Adama Traoré, lateral-esquerdo contratado em janeiro ao Vitória de Guimarães, e o outro trata-se de Derlis González, avançado paraguaio que é o melhor marcador dos suíços na Liga dos Campeões, com dois golos, e que passou pelo Benfica B.

Fonte: zerozero.pt

Anúncios