«Sabia que era um momento importante» – Danilo

Danilo foi o autor do golo do 1-1 no St. Jakob Park, frente ao Basileia, que colocou o FC Porto em posição de vantagem nos oitavos da Champions. Na zona mista do estádio, esta quarta-feira, o brasileiro revelou que “estava confiante” e que pediu para marcar a grande penalidade, que caberia habitualmente a Quaresma.

“Queria fazer o golo, sabia que era um momento importante. Trabalho muito para isso, foi uma situação natural. Eu, o Quaresma e o Herrera treinamos bastante estes lances. Quando o Quaresma não está em jogo sou eu que cobro, ele entrou mas eu estava confiante, queria marcar e pude acertar. Fi-lo da forma que treino. Estava tranquilo, o mérito foi de todo o grupo e todos estão de parabéns”, afirmou.

O defesa reconhece que o FC Porto “poderia ter saído de Basileia com uma vitória”, mas também considera o empate “um bom resultado para pensar na segunda mão”. “Dadas as circunstâncias, deixa-nos em boas condições. Eles vão causar-nos muitas dificuldades no Dragão, pelo que temos de estar preparados. Se queremos chegar longe, temos de passar esta eliminatória.

Confrontado com notícias sobre o interesse de clubes espanhóis na sua contratação, Danilo desvalorizou o assunto, com bom humor. “Prefiro estar nas capas amanhã por ter feito o golo”, afirmou. Por outro lado, valorizou o trabalho do colega Ricardo, que pode ocupar a sua posição frente ao Boavista (segunda-feira, 20h00), dado castido do brasileiro: “É meu amigo e uma pessoa com um carácter enorme. Provou que me pode substituir à altura, tem muitas qualidades e no dia-a-dia trabalha imenso. É um exemplo para todo o grupo, porque nem sempre está nas convocatórias mas trabalha sempre com uma dedicação enorme”.

Fonte: fcporto.pt

Anúncios