Futebol Formação (Sub-19): Dragões esperam “dificuldades” em Leiria

A vitória épica em Madrid frente ao Real, nos oitavos-de-final da UEFA Youth League, já pertence ao passado e segue-se agora a União de Leiria, o primeiro adversário da equipa de Sub-19 do FC Porto na fase final do Campeonato Nacional de Juniores A. O extremo Sérgio Ribeiro assume que os Dragões querem começar a nova etapa com uma vitória, no Campo da Mata de Santa Eufémia (sábado, 15h00), onde esperam encontrar as dificuldades que já lá encontraram no passado.

“O Leiria tem uma boa equipa, com bons jogadores, e no ano passado fez um bom campeonato. Sabemos que vamos encontrar dificuldades, num campo difícil, mas queremos entrar bem na segunda fase”, afirma o jovem dos azuis e brancos, em declarações ao www.fcporto.pt e ao Porto Canal.

Sérgio Ribeiro assegura ainda que os Dragões já saborearam a vitória sobre o Real Madrid, “um dos favoritos a ganhar a UEFA Youth League”, e que agora é altura de se voltarem a focar nos objectivos internos. “Temos é de pensar no Leiria, porque depois de um jogo como aquele, decidido nos penáltis, temos de estar ainda mais concentrados. Estamos com os pés bem assentes na terra, já festejámos e agora temos que nos focar no campeonato”.

Fonte: fcporto.pt

Dragon Force promove campos de treinos no Canadá

Após uma experiência bem sucedida na Bulgária, a escola de futebol Dragon Force parte à conquista da América do Norte e vai a organizar um International Camp em Bradford, no Ontário, no Canadá. O evento, que decorrerá entre 16 e 20 de Março, terá lugar nas instalações da Bradford Sports Dome e destina-se a rapazes e raparigas dos seis aos 16 anos. O Dragon Force vai enviar uma equipa de treinadores do FC Porto, que tem como principal objectivo partilhar a metodologia e a filosofia do clube.

O FC Porto Dragon Force International Camp é um campo de férias com especial enfoque na especialização do futebol. Os treinos serão orientados por dois treinadores do clube, com experiência de quatros anos nos escalões de formação, e visam desenvolver as competências tácticas e técnicas dos jovens jogadores, de forma a que possam ter mais e melhores soluções nos diversos momentos do jogo.

Fonte: fcporto.pt

Youth League (Sub-19): Mãos de ouro de Gudiño valem “quartos”

A equipa de Sub-19 do FC Porto garantiu, esta terça-feira, no Estádio Alfredo Di Stefano, em Madrid (Espanha), o apuramento para os quartos-de-final da UEFA Youth League, depois de vencer o Real Madrid através do desempate ma marca das grandes penalidades. Com o jogo empatado a um golo no final do tempo regulamentar, o guarda-redes Raul Gudiño foi chamado novamente a brilhar e, com duas belas defesas, guiou os jovens Dragões para a fase seguinte da prova, em que vão encontrar o Barcelona ou o Anderlecht.

A jogar em casa, o Real Madrid teve uma entrada muito forte na partida e aos seis minutos já tinha enviado uma bola aos ferros da baliza portista. Foi o primeiro aviso ao guarda-redes mexicano de que iria ter muito trabalho pela frente naquela tarde: já depois de duas defesas difíceis, o guardião voltou a estar em destaque aos 38m, com uma defesa brilhante a um remate forte e cheio de efeito de Babunski.

Com mais posse de bola, fazendo-a circular a toda a largura do terreno e exercendo pressão constante sobre o adversário, a equipa da capital espanhola foi a mais perigosa durante a primeira parte, fazendo os Dragões passar por algumas dificuldades. Só aos 30m e através de bola parada, o FC Porto foi capaz de criar perigo, num livre apontado por Diogo Verdasca a castigar uma falta sobre Ruben Macedo.

O extremo dos azuis e brancos foi mesmo, a par de Gudiño, o melhor do lado dos azuis e brancos conseguindo, graças à sua velocidade, arrancar várias faltas, duas delas que levaram o árbitro a mostrar dois cartões amarelos e o consequente vermelho a Dani Fernández. Estávamos no início da segunda parte, altura em que a equipa orientada por António Folha, já com Moreto Cassamá no lugar de Clever, surgiu bem mais forte em campo, tendo visto um golo mal anulado pela equipa de arbitragem, por inexistente fora-de-jogo.

E foi no melhor período do FC Porto na partida que o Real Madrid chegou ao golo, após uma boa jogada individual de Borja Mayoral. Faltava meia hora para o apito final, mas muito havia para contar deste jogo. Aos 78m, Sérgio Ribeiro é travado em falta na área madrilena, o penálti é assinalado, mas não é aproveitado por Leonardo que, logo a seguir, dispôs de mais uma oportunidade de ouro para bater Oliveiros, também da marca dos 11 metros. Desta vez, porém, o avançado colombiano não desperdiçou, apontou o sexto golo na prova e levou a decisão do encontro para os pontapés da marca de grande penalidade. E aí, Gudiño voltou a ser enorme, voltou a ser herói.

FICHA DE JOGO

Real Madrid-FC Porto, 1-1 (1-3, após penáltis)
UEFA Youth League, oitavos-de-final
17 de Fevereiro de 2014
Estádio Alfredo Di Stefano, em Madrid (Espanha)

Árbitro: Adrien Jaccottet (Suíça)
Assistentes: Raffael Zeder e Stephane De Almeida (Suíça)
Quarto árbitro: José Luis Lesma Lopez (Espanha)

REAL MADRID: Oliveros (g.r.); Quezada, Lienhart, Kuscevic, Dani Fernandez; Borja Sánchez, Lazo, Febas, Cedrés; Mayoral e Babunski (cap.)
Substituições: Tejero por Babunski (52m), Sergio Molina por Borja Sanchez (69m), Garcia por Lazo (79m)
Não utilizados: Lavín (g.r.), Ayala, Harper, Rodriguez
Treinador: Luis Miguel Ramis

FC PORTO: Raul Gudiño (g.r.); Fernando Ferreira, Malthe Johansen, Diogo Verdasca e Lumor; Chidozie, Sérgio Ribeiro, Clever; Leonardo, Rui Moreira (cap.) e Ruben Macedo
Substituições: Moreto Cassamá por Clever (45m), João Cardoso por Rui Moreira (67m), Tony Djim por Diogo Verdasca (79m)
Não utilizados: João Costa (g.r.), Rui Silva, Jorge Fernandes, Bruno Costa
Treinador: António Folha

Ao intervalo: 0-0
Marcadores: Mayoral (60m), Leonardo (81m)
Disciplina: cartão amarelo a Diogo Verdasca (5m), Dani Fernandez (12m e 49m), Kuscevuic (26m), Chidozie (63m), a Borja Sanchez (69m), cartão vermelho a Dani Fernandez (49m)

Fonte: fcporto.pt

Futebol Formação (Sub-15): Mão cheia de golos dos Dragões frente ao Feirense

A equipa de Sub-15 do FC Porto goleou, esta terça-feira, o Feirense (5-0), no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival, com três golos do jovem avançado Leandro Campos. Os azuis e brancos, que na jornada anterior somaram o primeiro desaire da época, somam agora nove pontos com que mantêm o comando da segunda fase do Campeonato Nacional de Juniores C, que é partilhado com o Rio Ave.

Na partida da quarta jornada da prova que apura o campeão da série Norte, três dos golos nasceram na primeira parte, em que os portistas exerceram um domínio completo. Leandro Campos abriu a contagem aos 13 minutos, João Mário fez o segundo aos 19m, mas o melhor estava guardado para os 26m, quando Afonso Sousa finaliza uma jogada que ele próprio iniciou: sprint de Leandro Campos desde a linha de meio-campo, cruzamento rasteiro para a área, onde aparece o número oito portista a assinar o 3-0.

Após o intervalo, os Sub-15 entraram mais pressionantes, subiram as linhas, o que lhes permitiu ganhar a bola mais próxima da baliza adversária e, consequentemente, criar maior volume de jogo. Resultado: mais dois golos, um logo na reabertura do segundo tempo e outro aos 65m, ambos assinados por Leandro Campos.

Sob o comando de Luís Gonçalves, os Sub-15 alinharam com Carlos Peixoto, Ruben Rosário (Marcelo Araújo, 52m), João Serrão (cap.), Damas, Ruben Moura, Romário Báro (Fábio Vieira, 59m), João Mário (Paulo Moreira, 45m), Afonso Sousa (Tiago Lopes, 45m), Leandro Campos, André Silva e Miguel Magalhães.

Fonte: fcporto.pt

Futebol Formação (Sub-19): Rui Moreira promete equipa a “lutar pela vitória”

Segunda classificado do grupo H da UEFA Youth League, a equipa Sub-19 do FC Porto vai defrontar o Real Madrid, vencedor do grupo B, nos oitavos-de-final da competição. No lançamento do desafio que garante uma vaga entre os oito melhores, marcado para esta terça-feira, às 17h00 de Portugal Continental (18h00 locais), Rui Moreira reconheceu que os Dragões terão pela frente “uma grande equipa”, mas garantiu que tudo farão para “trazer a vitória de Madrid”.

“Existe sempre alguma ansiedade, pois jogar este tipo de competições é o sonho de qualquer jovem jogador. Vamos ter pela frente uma grande equipa como o Real Madrid, mas encaramos este jogo como todos os outros e tenho a certeza que eles nos respeitam como nós os respeitamos a eles. O Real Madrid é favorito por jogar em casa, mas nós temos as nossas armas e vamos lutar pela vitória”, declarou o médio dos azuis e brancos, na antevisão feita em exclusivo ao Porto Canal e www.fcporto.pt.

Ciente da responsabilidade inerente a este jogo, Rui Moreira reforçou os elogios ao opositor e prometeu um FC Porto personalizado. “Sabemos que uma competição como esta é uma montra para os jovens se mostrarem, mas o mais importante é defender o clube que representamos e tentar chegar o mais longe possível. Temos consciência de que vamos defrontar uma grande equipa, com muito talento, mas não vamos mudar a nossa identidade e tudo faremos para trazer a vitória de Madrid”.

O jogo entre Real Madrid e FC Porto, referente aos oitavos-de-final da UEFA Youth League, disputa-se esta terça-feira, às 17h00 de Portugal Continental (18h00 locais), no Estádio Alfredo Di Stefano, em Madrid, Espanha.

Fonte: fcporto.pt

Futebol Formação (Sub-15): Luís Gonçalves espera “boa reacção” da equipa

Apenas três dias depois da primeira derrota oficial da temporada, a equipa Sub-15 do FC Porto volta a entrar em campo esta terça-feira, às 11h00, frente ao Feirense, em jogo a contar a quarta jornada da segunda fase do Campeonato Nacional de Juniores B. Face a um cenário até aqui desconhecido para os azuis e brancos, Luís Gonçalves revelou esperar a melhor das respostas por parte da sua equipa, sabendo de antemão a “tarefa difícil” que terá pela frente.

“Estou à espera de uma boa reacção da minha equipa. Já falámos e tirámos as nossas ilações relativamente ao último jogo, agora estamos completamente focados no que aí vem. Temos de ser ambiciosos e ter uma atitude muito forte, pois só ao nosso melhor nível conseguiremos retomar o caminho das vitórias. Respeitamos o nosso adversário e sabemos que teremos uma tarefa difícil pela frente, mas temos a obrigação de assumir o jogo sem receios”, declarou, ao Porto Canal e www.fcporto.pt, o treinador dos Dragões, líderes desta fase a par de Vitória de Guimarães e Rio Ave, todos com seis pontos. O Feirense está logo a seguir, com quatro.

À semelhança de Luís Gonçalves, também André Silva considerou que a derrota do fim-de-semana está ultrapassada, garantindo pensamento absoluto no regresso ás vitórias. “O último jogo já faz parte do passado e agora estamos totalmente concentrados no que se segue, que queremos muito vencer. Vai ser muito difícil, mas acredito que, com o nosso crer e ambição, conseguiremos a vitória. O Feirense também vem de uma derrota e vai complicar ao máximo a nossa tarefa, mas não estamos habituados a perder e queremos voltar a ganhar o mais rápido possível”, afirmou o jovem médio portista.

O jogo entre FC Porto e Feirense, a contar para a quarta jornada da segunda fase do Campeonato Nacional de Juniores C, disputa-se esta terça-feira, às 11h00, no Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival.

Fonte: fcporto.pt

Futebol Formação (Sub-15): Dragões sofrem primeira derrota da época

A equipa Sub-15 do FC Porto sofreu este sábado a primeira derrota da época em jogos oficiais. No Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival, o Sporting de Braga superiorizou-se por 2-1, em encontro da terceira jornada da segunda fase (zona Norte), com o golo de Leandro Campos, já nos descontos do segundo tempo, a não ser suficiente para proporcionar pelo menos o empate aos Dragões. No entanto, a formação azul e branca mantém-se na frente da classificação, a par de Vitória de Guimarães e Rio Ave (seis pontos).

O intervalo chegou com 0-0 no marcador e uma exibição intranquila do FC Porto, que efectuou vários passes errados e más decisões, perante um adversário organizado. Os Dragões não conseguiram criar grandes ocasiões de golo e foram transmitindo confiança ao adversário, que chegou à vantagem aos 50 minutos e ampliou aos 71. Os portistas nunca desistiram de chegar ao golo, mesmo que de forma pouco esclarecida, e ainda marcaram nos instantes finais (73), por intermédio de Leandro Campos.

Sob o comando de Luís Gonçalves, os Sub-15 alinharam com Carlos Peixoto, Ruben Teixeira, João Serrão (cap.), Cláudio Silva, Ruben Moura, Romário Báro, João Mário (Vasco Mesquita, 60m), Afonso Sousa, Vasco Paciência (Leandro Campos, intervalo), Vítor Ferreira (Paulo Moreira, intervalo) e Tiago Lopes (André Silva, 46m).

Fonte: fcporto.pt