23.ª jornada da Liga NOS: Bilhetes para jogo com o Sporting à venda na sexta-feira

Os bilhetes para o jogo entre FC Porto e Sporting (23.ª jornada da Liga portuguesa), que se vai disputar no Estádio do Dragão, às 19h15 de 1 de Março (domingo), serão disponibilizados a partir desta sexta-feira, às 15h00. A venda é destinada em exclusivo a sócios do FC Porto.

Os ingressos estarão disponíveis nas Lojas do Associado do Estádio do Dragão e do Vitalis Park; FC Porto Stores ArrábidaShopping, Baixa, NorteShopping e Off Season, em Vila do Conde; El Corte Inglés Gaia-Porto (Serviço ao cliente, piso -1); e lojas Fnac GaiaShopping, MAR Shopping, NorteShopping e Santa Catarina. Os bilhetes poderão igualmente ser adquiridos aqui e através da Linha Dragão (707 28 1893).

Tabela de preços (sócios):

Tribuna Nascente: 40 euros
Bancada Central Meo / Moche: 30 euros
Bancada Lateral Meo / Moche: 20 euros
Arquibancada Meo / Moche: 15 euros
Superior Super Bock / Coca-Cola: 12 euros

Pode consultar aqui os horários e localização das nossas lojas.

Fonte: fcporto.pt

«Real Madrid é incrível mas o FC Porto é mais impressionante» – Fabian Frei

Médio suíço do Basileia rendido à qualidade colectiva dos azuis e brancos.

Fabian Frei ficou impressionado com a qualidade do FC Porto. Tanto que ousou, sem reservas, colocar os azuis e brancos um patamar acima daquele em que se encontra o Real Madrid.

O médio do Basileia foi goleado no Santiago Bernabéu (5-1), na fase de grupos da Liga dos Campeões e, na noite de terça-feira, viu a sua equipa aguentar a igualdade diante dos Dragões.

«Sinceramente, não tinha visto uma equipa tão forte neste estádio nos últimos dois ou três anos. Nem mesmo no jogo do Bernabéu em que perdemos 5-1. O Real é incrível do ponto de vista individual, mas colectivamente o FC Porto é mais impressionante. A forma como eles correm, como crescem, como são do ponto de vista técnico… É difícil acompanhá-los», afirmou aos jornalistas suíços, após o 1-1 da primeira mão dos oitavos-de-final da Champions.

Tudo somado, Frei considera que a igualdade foi lisonjeira para a equipa de Paulo Sousa. «Conseguimos não perder conta uma equipa assim forte. Por isso, quem sabe? Talvez possamos aumentar o nosso nível na segunda mão», salientou.

Fonte: rr.sapo.pt

«Basileia não tem argumentos para o FC Porto» – António Sousa

A opinião é do antigo jogador dos Dragões, que vê na equipa portuguesa grande superioridade perante a formação helvética. António Sousa não acredita que o Basileia consiga surpreender o FC Porto.

Em entrevista a Bola Branca, António Sousa mostra-se convicto no apuramento do FC Porto para os quartos-de-final da Liga dos Campeões, porque considera que «o Basileia não tem argumentos» para a equipa azul-e-branca.

O antigo jogador portista entende que no jogo de ontem «o FC Porto foi muito superior ao Basileia», algo já esperava «mas não de uma forma tão evidente e clara», que só não se traduziu em golos, considerando «que foi um resultado escasso» pelo que aconteceu na Suíça.

Com o empate a um golo, o FC Porto está em vantagem na eliminatória, e Sousa não acredita que «o Basileia consiga inverter a situação», sublinhando que «o Porto é muito superior» perante a equipa de Paulo Sousa.

Depois da prova europeia, os Dragões jogam na segunda-feira para a liga portuguesa. A equipa de Lopetegui desloca-se ao Estádio do Bessa onde vai jogar num relvado sintético, que segundo António Sousa «faz diferença», considerando que «o Boavista por estar adaptado tem vantagens, ao contrário da equipa visitante«, entendendo que a equipa axadrezada «já conseguiu alguns pontos no seu estádio devido ao facto de se jogar no relvado sintético.»

Fonte: rr.sapo.pt

Óliver promete regressar mais forte

O médio do FC Porto lamentou a lesão que sofreu frente ao Basileia através das redes sociais. O espanhol utilizava uma protecção no braço direito na chegada da comitiva portista, após a luxação que sofreu na Suiça.

Óliver Torres deixou uma mensagem através das redes sociais, onde lamenta a lesão que sofreu frente ao Basileia e promete regressar mais forte: «Triste por ter voltado a lesionar-me no ombro, mas feliz porque vou levantar-me muito mais forte! Obrigado por todo o carinho.»

O médio espanhol foi um dos titulares frente ao Basileia, no jogo da 1ª mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, e sentiu uma dor no ombro direito, aos 68 minutos. Foi substituído de imediato e à chegada da comitiva azul e branca, na manhã desta quinta-feira, trazia uma protecção no ombro.

Sobre o empate alcançado pelo FC Porto na Suíça (1-1), o jogador considerou que foi um «bom resultado» e elogiou a exibição da equipa.  Os azuis e brancos não reveleram o tempo estimado da paragem do espanhol, nem avançaram mais detalhes sobre a lesão.

Esta é a segunda lesão que Óliver sofre esta temporada, no ombro direito. Em Setembro foi obrigado a uma paragem de três semanas, depois de se ter magoado no encontro da 3ª jornada do campeonato, frente ao Moreirense.

O plantel dos Dragões folga esta quinta-feira. O regresso ao trabalho acontece na sexta-feira, às 10h30. A equipa iniciará a preparação para o dérbi com o Boavista, marcado para segunda-feira, às 20h00.

Fonte: rr.sapo.pt

Tello e Casemiro comentam golo anulado

Cristian Tello e Casemiro comentaram o golo anulado dos Dragões frente ao Basileia, afirmando que «foi uma situação estranha». Tello considera o empate um resultado interessante mas injusto.

«Vi de longe e não percebi bem o que se passou, mas, depois de termos celebrado o golo durante tanto tempo, o facto de ter sido anulado foi uma sensação estranha. Parece que se falou numa falta sobre o guarda-redes, terei de ver o lance», disse o extremo espanhol.

Relativamente à análise global do encontro, Tello afirmou que a equipa foi superior:

«Comandamos todo o jogo e penso que merecíamos um melhor resultado, mas de certa forma estamos satisfeitos.»

Também Casemiro, que esteve no epicentro do lance do golo anulado, concordou com Tello e apelidou a situação de «estranha»:

«O árbitro tentou explicar que havia dois jogadores em frente ao guarda-redes. É a opinião dele, respeitamos e vamos pensar já no próximo jogo.»

Na análise da partida, o médio salientou o controlo dos Dragões:

«Fizemos bastantes coisas boas. Não perdemos o controlo do jogo, tivemos posse de bola, oportunidades para vencer e jogámos bem. Acho que isso é o mais importante.»

Fonte: abola.pt

Arsène Wenger em campanha por Jackson Martínez

O treinador do Arsenal elogiou o colombiano, capitão do FC Porto, destacando as qualidades técnicas do ponta de lança.

Arsène Wenger piscou o olho ao ponta de lança do FC Porto, Jackson Martínez. O treinador do Arsenal explicou que o colombiano «pode jogar na Premier League», porque «tem corpo para fazer a diferença e usa-o de forma inteligente, sendo ainda um bom finalizador.»

Jackson Martínez já divulgou que no final da temporada vai deixar o Dragão, sem contudo afirmar qual o seu destino. O capitão dos azuis e brancos é cobiçado em Inglaterra, Espanha e Itália.

Fonte: rr.sapo.pt

Rumor: Emigrante denuncia burla com bilhetes do Basileia x FC Porto

Cerca de 60 emigrantes portugueses na Suíça terão sido lesados com a compra, no mercado negro, de bilhetes falsos para o jogo dos oitavos de final da Champions, entre Basileia e FC Porto. A denúncia foi feita por Daniel Filipe Lopes, que trabalha em Zurique e acusa a maior claque do FC Porto de o ter enganado.

«Comprei cinco bilhetes a uma pessoa afeta ao Super Dragões por 100 francos (93 euros), que estavam tabelados a 50 francos. Era a única forma de ver o jogo com os adeptos do FC Porto, porque não nos sentíamos seguros no meio dos do Basileia», relatou.

Quando ia entrar no setor D1 do St. Jacob Park foi impedido de entrar. «Eu e mais 60 emigrantes. Os códigos de barras dos bilhetes já tinham sido utilizados. Não percebo como portugueses podem fazer isso a outros portugueses. Sei que o FC Porto não pode fazer nada, mas a revolta é grande», desabafou Daniel, que é sócio com lugar anual, apesar de não usufruir desse privilégio por estar fora do País.

Conclusão: Daniel e todos os que o acompanhavam tiveram mesmo de assistir ao jogo no meio dos adeptos do Basileia. Depois de ver voar os 500 francos (467 euros) comprou cinco entradas por 750 francos (701 euros) pela paixão que nutre pelo FC Porto. Desalentado, apresenta as provas da burla, o bilhete falso e o outro verdadeiro, que comprou para entrar no Estádio.

A Bola procurou uma reação do líder da claque visada pelo emigrante, Fernando Madureira, mas aquele responsável esteve incontactável.

Fonte: abola.pt